Revista HELL DIVINE Confira resenha de "Chaos Before The End"

23 outubro 2015

Revista HELL DIVINE Confira resenha de “Chaos Before The End”

||
0 Comment
|

No último dia 19 de Outubro a publicação de metal on line HELL DIVINE, publicou em sua página uma resenha do álbum “Chaos Before The End” confira abaixo:

Texto por: 

Pedro Humangous

Como é incrível ver a evolução do Heavy Metal. Quando analisamos então o nosso cenário brasileiro, o espanto ainda é maior. Após o surgimento e consolidação da internet, houve um estouro no número de bandas e consequentemente de novos fãs. Mesmo com todas as dificuldades mercadológicas que envolvem a música, principalmente a pesada, é de se admirar a força e perseverança das bandas atualmente. Com mais de dez anos desde a sua formação, somente agora os paulistas do Vetor lançam seu primeiro trabalho. Com uma arte interessante, feita pelo renomado Jean Michel (Designations), o álbum impressiona pera variedade sonora e o abuso de modernidade, sem deixar o lado mais tradicional para trás. As guitarras, particularmente, estão incríveis nesse disco, soando pesadas, modernas e afiadas. O senso melódico está aflorado aqui, criando riffs memoráveis e viciantes. A bateria e o baixo não ficam para trás, preenchendo todos os espaços e encorpando ainda mais o som. Os vocais são legais, variados e agressivos, com bastante ideia interessante – porém em alguns momentos dá uma deslizada no sotaque e em alguns vocais dobrados que perdem a força e impacto.  A mixagem e masterização ficaram nas mãos do experiente Fredrik Nordstrom (guitarrista da banda Dream Evil, já trabalhou com bandas como Opeth, Arch Enemy, In Flames, Soilwork, etc) e é possível notar com clareza que foi feito um ótimo nesses quesitos. Os caras do Vetor conseguiram mesclar muito bem uma gama enorme de influências e temperos, criando um som original e de fácil assimilação. Temos uma junção do Thrash, Melodic Death, Heavy Tradicional, vocais gritados, urrados e limpos. A sonoridade lembra bastante a escola sueca de se fazer Metal, principalmente no timbre das guitarras, já o vocal passeia, sem medo, por vários estilos, deixando o trabalho bem interessante e diversificado. A faixa que leva o nome do álbum, “Chaos Before The End” é uma das minhas favoritas, lembrando um pouco do extinto Nevermore. Em seu pontapé inicial, a banda Vetor já mostra suas garras e deixa claro que é uma das mais promissoras do Brasil. Nota: 8,0

Hell Divine  HELLDIVINE.BLOGSPOT.COM.BR

Deixe um Comentário

Produtor de Arch Enemy e At The Gates finalizando novo álbum, confira prévia
Religious Falsehood (Intro) // Chaos Before The End
  1. Religious Falsehood (Intro) // Chaos Before The End
  2. Strike Command // Chaos Before The End
  3. Chaos Before The End // Chaos Before The End
  4. My Torment // Chaos Before The End
  5. New Limits Within Procreation // Chaos Before The End
  6. In The Sound Of The Wind // Chaos Before The End
  7. Vetor // Chaos Before The End
  8. Endangered Species // Chaos Before The End